Gás Natural Também Pode Ser Energia Renovável!

“O metano (CH4) tanto pode ter origem fóssil como não fóssil – ele pode ser produzido a partir do biogás, uma fonte de energia renovável. Neste momento já circulam mais de 4500 veículos na Suécia Ocidental com metano de origem não fóssil.” 

Hoje em dia com tanta coisa em aceleração, que tal acelerar no gás rumo aos combustíveis renováveis?

gn_reno_01Toda a viagem começa com o primeiro passo. E por vezes temos de dar esse passo em conjunto. Ele consiste exactamente na criação de um mercado para os combustíveis renováveis. Não basta ter boas intenções, entusiasmo e visões. Todos aqueles que têm um papel na criação deste futuro têm de estar activamente envolvidos desde o início – políticos, autoridades do sector público,organizações do sector privado como os fabricantes de automóveis e aqueles que desenvolvem infra-estruturas.

Como resultado, em apenas dez anos a região Oeste da Suécia e Gotemburgo (a segunda maior cidade da Suécia com uma população de meio milhão) conseguimos estabelecer com êxito um mercado florescente para os combustíveis biogás e gás natural. A partir da combinação do nosso conhecimento e experiência desenvolvemos o projecto Biogas Cities. É um modelo cooperativo que pode ser adaptado à maioria das cidades e regiões urbanas.

Se funciona na região Oeste da Suécia, pensamos que poderá funcionar bem em qualquer lugar. E quem se pode dar ao luxo de ignorar o ar mais limpo, a criação de empregos numa nova industria e uma dependência do petróleo diminuída? Para não mencionar o que isto contribui para o crescimento da região.

O maior obstáculo para o êxito não é a tecnologia mas um compromisso mais elementar de cooperação. O projecto do biogás em Gotemburgo e na Suécia Ocidental é um exemplo perfeito de como as organizações públicas e privadas podem criar novas oportunidades através de um trabalho conjunto e de cooperação. A nossa experiência não é uma excepção; é aplicável em todas as cidades e regiões – contudo, os ingredientes mais importantes para o êxito são o realismo, o sentido de negócio e a cooperação.

O Realismo é necessário para se ver as possibilidades e oportunidades existentes em questões quotidianas, assim como nas infra-estruturas e tecnologia existentes. Por exemplo, os desperdícios orgânicos que de outra forma seriam fonte de problemas ambientais podem, em vez disso, produzir biogás. Isto só pode ser feito assinalando objectivos realistas e concretizáveis, utilizando-se métodos práticos, com os quais todas as partes concordem e que sejam suficientemente exigentes para mobilizar energias positivas.

Sentido de negócio: não é possível ter êxito em qualquer projecto de combustíveis alternativos sem um mercado e sem clientes que estejam dispostos a pagar. Isto quer dizer que todos os parceiros na cadeia de valor do biogás devem orientar-se para o lucro a longo prazo. Acima de tudo, há uma necessidade de directrizes claras que apoiem programas de incentivo a longo prazo que criem estabilidade e motivem os consumidores, investidores e outros interessados.

A Cooperação é o mais importante de tudo. É aqui que se convidam todas as partes interessadas, as que têm maior influência nos sectores público e privado, a participar. Por exemplo, a Cidade de Gotemburgo e a região Ocidental da Suécia juntaram representantes municipais e regionais, fabricantes de veículos, produtores e fornecedores de biogás, empresas de gestão de resíduos e energia assim como a Federação dos Agricultores Suecos (FAS). Até membros do governo nacional se juntaram à iniciativa oferecendo abatimentos nos impostos para os combustíveis alternativos e veículos de propulsão alternativa. Pode começar-se por uma discussão informal para a definição de objectivos e competências; e quando todos souberem qual a sua posição e o que podem “trazer para a mesa”, podem ser criadas os fundamentos de uma parceria de confiança mútua e frutífera. A partir deste ponto não será preciso aguardar muito até se ter uma infra-estrutura coordenada de larga escala que trabalhe para um futuro de combustíveis renováveis.

Até os assuntos ambientais globais mais actuais exigem acção a nível local. Porque quando as pessoas estão preparadas para ultrapassar as barreiras e fazer dos combustíveis renováveis uma realidade e se apercebem que isto tem de acontecer de imediato, a tecnologia e os combustíveis alternativos comerciais estão prontos e à espera.

gn_reno_02Passo Um: Analise as condições locais e regionais, os recursos e as infra-estruturas já existentes e depois escolha uma estratégia para estabelecer um mercado de biogás. Gotenburgo e o Oeste da Suécia já tinham uma infra-estrutura para o gás natural, e à semelhança de todos os ambientes urbanos, eles já produziam grandes quantidades de desperdícios orgânicos que podem ser convertidos em biogás. O gás natural e o biogás são também um caminho sustentável para o futuro dos combustíveis como as células de combustível de hidrogénio.

Passo Dois: Desenvolva incentivos. Através da introdução de autocarros a gás natural e veículos estatais, estacionamento gratuito e praças de táxi “verdes” com filas preferenciais; a cidade de Gotemburgo encorajou a expansão do gás natural e do bio-metano. Por sua vez, isto encorajou os proprietários privados a considerar os veículos bi-fuel e os veículos dedicados. A nível nacional, os abatimentos em impostos para os combustíveis renováveis e os impostos automóveis reduzidos também ajudaram a criar uma situação de mercado preferencial para os veículos movidos a metano.

Passo Três: Assegure um compromisso a longo prazo de todas as partes interessadas. É importante que todas as partes partilhem um interesse comercial para continuar a desenvolver um mercado para o biogás na região, e a nível nacional. É um compromisso para o crescimento continuado e desenvolvimento de infra-estruturas e para opções de veículos alternativos. Provavelmente o elemento mais influente nesta etapa é assegurar incentivos de longo prazo locais e nacionais que encorajem o investimento privado na tecnologia e nos veículos movidos com combustíveis alternativos. Tudo o que faça com que os proprietários das viaturas se sintam bem com a sua escolha de um veículo é um passo na direcção certa. E quando este combustível estiver bem disseminado será, obviamente, capaz de se auto-custear.

“O combustivel de hoje para o nosso ámanhã”

O metano é um Gás combustivel, utilizado no aquecimento doméstico e na cozinha, que é também utilizado como combustivel para veiculos. Pode ser obtido de duas fontes: ou de reservas de gás naturalna crosta terrestre (gás natural) ou de uma fonte renovável como o metano que surge naturalmente (biogás) dos lixos orgânicos domesticos e agricolas assim como dos  esgotos.  O biogás de um ponto de vista ambiental, é um combustivel com muitas vantagens.

    • Tem 0% de emissões de dióxido de carbono (o dióxido de carbono que é libertado para a atmosfera surge devido á queima e é parte de um ciclo natural).
    • O biogás tem muito poucos subprodutos quando queimado e é um dos combustiveis mais limpos actualmente disponiveis.
    • O biogás pode ser produzido localmente a baixo custo a partir de produtos brutos locais e também não tem custos de transporte ou importação.
    • A transição para o biogás é uma maneira eficaz de resolver os problemas de gestão de lixos.
    • O biogás pode ser misturado com o gás natural sem necessidade de qualquer modificação especial para a utilização comercial em larga escala.
    • O biogás cria opurtunidades de emprego
    • A utilização crescente de veiculos movidos a metano, juntamente com o estabelecimento de uma infra-estrutura de metano, permite melhores hipóteses de transição para outros combustiveis alternativos no futuro.
gn_reno_03
Mais informações em: Business Region Goteborg (Suécia) Gazmobile (Suíça)
0 Likes
387 Visualizações

Também pode estar interessado em :

Deixe um Comentário

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter message.